• Instalações Eléctricas

    Messinstala
  • Messinstala

    Sistemas Solares Fotovoltaicos
  • Sistemas de Climatização - Residencial, Piscinas

    Messinstala
  • Messinstala

    Energias Renováveis - Instalação de Paineis Solares
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4

Como diminuir o consumo energético na climatização?
As temperaturas consideradas de conforto para uma casa variam entre os 18ºC e 22ºC, no inverno e os 24ºC e 26ºC, no verão.
Cerca de 60% da energia dos sistemas de aquecimento é desperdiçada ao escapar por zonas que podem ser facilmente isoladas.

O que pode fazer sem custos:

No inverno, maximize a entrada da luz solar. No verão, evite a entrada dos raios solares diretos durante o dia e facilite a ventilação natural de noite, abrindo as janelas em lados opostos da casa;
- Evite ligar a climatização em zonas da casa que não estão a ser usadas e feche sempre as portas quando a ligar;
- Certifique-se que plantas, cortinas ou equipamentos não estão a bloquear a entrada e a saída de ar do equipamento de climatização;
- Evite colocar o termóstato junto de janelas e portas;
- Feche as portas da lareira, sempre que esta não está em uso;
- Durante a noite, feche as cortinas e as persianas.
- Opte por um aparelho de climatização da classe de eficiência mais elevada;
- Se usar lareira, prefira as fechadas com recuperador de calor, utilizando madeira seca ou pellets para aumentar o seu rendimento e a qualidade do ar interior;
- Evite o uso de aquecedores elétricos. Bombas de calor eficientes são mais caras, mas reduzem o consumo de eletricidade entre 65% a 80%;
- Faça revisões regulares aos equipamentos de climatização;
- Aplique um bom isolamento térmico em casa: paredes, sótão, janelas e portas da casa, pois são espaços habitualmente de fácil intervenção.

 

Como se proteger equipamentos eléctricos

Impedir a queda de raios é impossível, mas prevê-los, acompanhar a incidência deles e, diante disso, tomar as medidas preventivas cabíveis é, hoje, perfeitamente viável.
Nas redes de baixa tensão e linhas de telefonia, o raio nem precisa incidir diretamente para provocar problemas. Mesmo caindo nas proximidades as descargas induzem voltagens elevadas na fiação, que vão provocar acidentes na própria rede e nos equipamentos ligados a elas.

Continuar...